Moto-contínuo - AHR

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O oitavo dia

Exercício pendular

Drawing Hands 1948 Lithograph

O artista gráfico holandês M. C. Escher (1898 - 1972) produziu uma série de litografias e xilogravuras que procuravam representar construções impossíveis, como esta que ilustra nossa página final.

No jogo das percepções e dos sentimentos, tudo é possível para o humano.  Transitamos entre o ser e o fazer, o ser e o ter, o eu e o outro, no incansável movimento pendular, ou seja, a dança da  transformação.

Como um rio, a cada instante mudamos, somos outra pessoa, no sentido do eu transformado pela experiência apreendida, o eu-estranho de novo que precisa ser re-conhecido.


Projeção, introjeção, identificação, transformação.

E a vida segue. Um tempo para não saber, um tempo para aprender, um tempo de re-conhecer, outro para não saber, mais um para aprender, reconhecer, não saber... em moto-contínuo. Assim é.

Fale conosco.

Ficaremos aguardando seus comentários sobre o
AHR. Poderemos continuar respirando juntos. "É o pé que faz o caminho", de pessoas que disponibilizam pensamentos e idéias. O AHR é de todos nós. Respire.

Espelho da amizade - Fotografia Jose Vaz
Para nós, a foto traduz a comunhão dos elementos da natureza que proporciona um lugar possível para a existência: nosso Planeta. Único lugar sabido que temos para viver. Exercite cuidar dele, na medida do seu possível, sem comparações. Apenas faça o que é possível para você. Estamos tentando também, e aprendendo todo dia um jeito melhor de entender a palavra PRESERVAR. 

Agradecemos a todos que aceitaram nosso convite e ofereceram seus textos para compor uma idéia. A idéia de Arte em Humanos Recursos. 
Agradecemos os fotógrafos sensíveis que puderam, com sua arte, oferecer imagens às nossas idéias. Utilizamos algumas fotos, também disponibilizadas na web, que desconhecemos a autoria. Ficamos à disposição do autor para a retirada da foto.
Algumas imagens são de autoria de Margarete Schiavinatto, que tenta, através da poesia, fotografar. 

Jamais esqueceremos a confiança e respeito que sempre estiveram presentes nesta troca. 
Aproveite. Respire AHR

Margarete Schiavinatto é psicóloga clínica e atua em consultório particular. Desenvolve projetos em instituições particulares e públicas, privilegiando os humanos recursos de cada participante. É mediadora e conciliadora em conflitos familiares. Escritora, possui dois livros publicados: Sobrevir(1996) e A Pequena Ópera do Sentido(2005)

contato:
55 11 4319 1500


[email protected]




 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal