- AHR

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Música

O Nome das Notas


Gustavo Schiavinatto


Saudações!

Não acredito que este primeiro artigo seja sobre teoria musical. Acredito que se encaixe mais na categoria de curiosidade musical, com o fim de despertar o interesse nos engatinhantes sobre estes assuntos, aproximando-os e apaixonando-os.
Quem já se perguntou o porquê do nome das notas musicais: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si? Provavelmente não. Estamos tão acostumados com estes nomes que nos esquecemos de questioná-los. Vamos preencher esta embrionária lacuna então. No período Medieval, por volta do século IX, o monge italiano e teórico musical Guido d’Arezzo, dentre outras contribuições, sugere basear a nomeação das notas musicais na primeira sílaba de um sagrado texto em latim, que, por sua vez, torna-se canto ao ganhar a sonoridade crescente da escala maior natural:


Utqueant laxit
Ressonare fibris
Mira gestorum
Famuli tuorum
Solvi polluti
Labii reatum
Sancte Ioannes

Apenas vários séculos depois o Ut virou , e o Sa, Si. Guido d’Arezzo também é responsável pela criação da pauta musical com quatro linhas, que foi um marco importante na história da música, pois, até então, era transmitida de forma oral. Essa linguagem foi adaptada ao ganhar mais uma linha e formar o pentagrama, que guia os músicos, responsáveis estes, por guiar nossas emoções até hoje.

A trilha sonora de hoje é o Clarinet Concerto In A K622 , de Mozart. 


Acredito que seria a coisa mais vaga no mundo fazer a indicação “escutem Mozart”, devido à tamanha significação de sua obra. Portanto, indico primeiro o Concerto para Clarinete, pois foi minha primeira paixão deste mestre, tanto no deleite auditivo quanto no desafio às falanges. Podem encontrá-lo navegando pela internet, para saciar a voraz curiosidade, ou, comprando o Box com 6 álbuns 100 Best Mozart – EMI Music. Fica também a indicação de um ótimo presente de natal, aniversário, dia dos namorados, pais, mães, ou, o mais saboroso de todos os presentes, o recebido de você mesmo.

Até a próxima, abraços musicais!


Gustavo Schiavinatto
Letrado por paixão, poeta sem movimento, guitarrista impulsivo, e filósofo de nascença,
assim como todos nós.
Contato: [email protected]
http://aopedoleitoderradeiro.blogspot.com


 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal